claudia pinhão — portefólio digital

Desde cedo que a arte fez parte da minha vida. Sou filha de um desenhador gráfico que sempre me envolveu em todos os processos da sua arte.

Numa altura em que quase todo o trabalho gráfico era manual, tive a oportunidade de explorar diferentes técnicas de expressão visual e gráfica desde o desenho, a pintura, o recorte, a fotografia, a impressão offset, as artes finais, …

.

Tive como base da minha educação escolar os valores humanistas transmitidos pelo poeta e grande pedagogo João de Deus no seu Jardim Escola da cidade do Porto, os quais deixaram marcas que me ajudam a ensinar de forma a que os alunos possam “aprender sem se notar” (lema do Jardim Escola).

Defendo, ainda hoje, os valores transmitidos através deste mui nobre método de ensino/aprendizagem e tento colocá-los em prática, ao máximo, no meu dia-a-dia.

.

Apaixonei-me pelo Design Gráfico e nessa área me Licenciei em 1998, na Escola Superior de Artes e Design – Matosinhos.

Até agosto de 2013 fui professora do ensino básico de Expressão Plástica, Educação Visual e Educação Tecnológica no Colégio Ramalhete – Foz do Douro desde o ano de 2000. Acumulei a essas funções a de professora, no ensino público, desde 2000 a 2009, onde lecionei no ensino secundário, disciplinas como Educação Visual, Geometria Descritiva e Materiais e Tecnologias de Comunicação.

No Colégio Ramalhete, entre 2004 a 2011, exerci também a função de Coordenadora de Atividades, o que possibilitou uma entrega total ao trabalho criativo inter e transdisciplinar com crianças, colegas e pais, bem como a função de Diretora de Turma.

Em 2015 integrei a equipa docente do Colégio INED Porto, lecionando no ensino básico e secundário disciplinas como Expressão Plástica, Educação Visual e Desenho A. Nesta instituição tive também os cargos de Coordenadora de Atividades do 2.º ciclo e Diretora de Turma.

Colocando em prática as minhas competências de professora desenvolvo, na sala de aula, projetos diversificados e que contemplam os Currículos Escolares e as Aprendizagens Essenciais emanados pelo Ministério da Educação. No entanto, procuro sempre responder às necessidades específicas de cada grupo/turma para, posteriormente, desconstruir pré-conceitos com o objetivo de conduzir as crianças na sua própria aprendizagem, acima de tudo, na procura da sua própria identidade.

Possuo competências de Animadora Sócio Cultural resultantes da realização de uma Pós-graduação em Animação Sócio Cultural efetuada em 2003 na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Nessa formação desenvolvi um projeto direcionado para a “Ocupação dos tempos livres da Terceira Idade num Centro de Dia”.

Sendo professora em exercício efetivo de atividade, em 2008 senti a necessidade de uma formação mais direcionada para o ensino, pelo que me candidatei à Profissionalização em Serviço no grupo 600 - Artes Visuais. Concluí essa formação em 2009 na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto.

.

Viajo o mais possível com o objetivo de explorar diferentes culturas e, acima de tudo, para visitar museus que admiro pela sua diversidade de comunicação e exposição de conteúdos, bem como, da sua organização espacial e arquitetónica.

Para além do desenho cultivo o gosto pela dança, a qual pratiquei durante 8 anos; pela música, com a qual tive maior contato nas aulas de piano ao longo de 4 anos e pela leitura, que me acompanha desde sempre.

Sou apaixonada por livros infantis devido à sua interação texto e imagem. Utilizo-os diariamente como motivação e inspiração na realização das atividades propostas junto das crianças.

Acredito no trabalho de equipa como estando na base para um trabalho docente de qualidade, completo e eficiente.

Necessito diariamente de novos desafios e acredito que são esses que me vão mantendo em constante aprendizagem ao longo da vida.

Cláudia Pinhão